Faixa Atual

Título

Artista

Atual

NTR CALM

19:00 20:59

Atual

NTR Calm

19:00 20:59

Atual

NTR CALM

19:00 20:59

Atual

NTR Calm

19:00 20:59

Background

ANTÓNIO LOBO ANTUNES

Escrito por em Fevereiro 4, 2021

Nomeado para o Prémio Literário Internacional de Dublin.

O escritor português é um dos 49 nomeados, com o livro “Até que as pedras se tornem mais leves que a água”, anunciou hoje a organização.

 

António Lobo Antunes faz parte da lista longa escolhida por bibliotecas de todo o mundo, da qual constam autores oriundos de 30 países.

Entre os primeiros finalistas daquele prémio encontram-se os já distinguidos “Rapariga, mulher, outra”, de Bernardine Evaristo (Prémio Booker), “Pátria”, de Fernando Aramburo (Prémio Nacional de Narrativa), e “Os rapazes de Nickel”, de Colson Whitehead (Prémio Pulitzer de ficção).

Da lista constam ainda autores como Elif Shafak (“10 minutos e 38 segundos neste mundo estranho”), Colum McCann (“Apeirogon”), Heather Morris (“A coragem de Cilka”), Elizabeth Acevedo (“Clap when you land”), Fernanda Melchor (“Hurricane season”), Carina Sainz Borgo (“Cai a noite em Caracas”), Ocean Vuong (“Na Terra somos brevemente magníficos”), Brit Bennett (“The vanishing half”) e Daniel Kehlmann (“Tyll. O rei, o cozinheiro e o bobo”).

Traduzido para o inglês com o título “Until stones become lighter than water”, o livro de António Lobo Antunes foi editado em Portugal em 2017 pela D. Quixote e é um regresso do autor aos fantasmas da guerra de Angola.

Numa crónica com o mesmo título publicada em 2016 na revista “Visão” o autor escreveu: “O meu trabalho é escrever até que as pedras se tornem mais leves que a água. Não são romances o que faço, não conto histórias, não pretendo entreter, nem ser divertido, nem ser interessante: só quero que as pedras se tornem mais leves que a água”.

O Prémio Literário de Dublin é organizado pela autarquia da capital da Irlanda e gerido pelas bibliotecas públicas da cidade, com um valor monetário de 100 mil euros, a serem entregues na totalidade ao autor da obra vencedora, se esta for escrita em inglês, ou, no caso de tradução, a dividir entre escritor e tradutor, no valores de 75 mil euros e 25 mil euros, respetivamente.

A lista de finalistas do Prémio Literário Internacional de Dublin 2021 será conhecida no dia 25 de março e o vencedor será revelado a 20 de maio.

A escritora irlandesa Anna Burns foi a vencedora da edição de 2020, com o romance “Milkman” (que já antes vencera o Prémio Booker).

(via: jnartes)


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



Continue lendo