Faixa Atual

Título

Artista

Atual

NTR CHART

21:00 21:59

Atual

NTR Chart

21:00 21:59

Atual

NTR CHART

21:00 21:59

Atual

NTR Chart

21:00 21:59

Background

“CONCERTO DE NATAL” ORQUESTRA SINFÓNICA PORTUGUESA

Escrito por em Dezembro 19, 2020

20 de dezembro 11:00 Centro Cultural de Belém

Grande Auditório
Coprodução CCB/OPART-Teatro Nacional de São Carlos

Maestrina Joana Carneiro

Programa
Richard Wagner (1813-1883) Idílio de Siegfried 
Ludwig van Beethoven (1770-1827)/Arr. Felix Weingarten (1863-1942) Grande Fuga, op. 133 (versão para Orquestra de Cordas)
Leoš Janáček (1854-1928) Suíte para Orquestra de Cordas

O programa do concerto deambula por várias eras e ambientes musicais.

Começando por aquele que poderá ser o mais belo presente de aniversário: o Idílio de Siegfried de Richard Wagner. O compositor fez executar a obra na alvorada do dia 25 de dezembro de 1870, nas escadas interiores da sua villa de Triebschen. Nessa manhã, Cosima completava trinta e três anos e foi despertada pelo som desta luminosa música, obra de expressão da felicidade.

Depois adensar-se-á forçosamente o ambiente com a Grande Fuga op. 133 de Beethoven. Esta obra – que tem fascinado e desconcertado todos os que a ouvem, interpretam ou sobre ela se debruçam – foi escrita originalmente como último andamento do Quarteto de cordas op. 130. Expressões como «sobre-humana» ou «fora do mundo» são comuns à apreciação da obra: José Saramago dizia que os últimos quartetos de Beethoven são pura filosofia; o grande violinista Louis Caplet dizia que Beethoven tinha escrito esta Grande Fuga «depois de morrer».

Terminaremos com a Suite para cordas de Leoš Janáček. O compositor escreveu-a com 23 anos de idade e a obra contém os atributos da juventude: elegante, despreocupada, leve.


Continue lendo