Faixa Atual

Título

Artista

Atual

NTR BY MORNING

08:00 10:59

Atual

NTR by Morning

08:00 10:59

Atual

NTR BY MORNING

08:00 10:59

Atual

NTR by Morning

08:00 10:59

Background

INTERVENÇÃO NO HISTÓRICO CHALÉ DO JARDIM DA ESTRELA GERA POLÉMICA

Escrito por em Fevereiro 23, 2021

Obras projetadas para o histórico chalé do Jardim da Estrela, em Lisboa, geram polémica
Lisboa 22 de Fevereiro 2021 – O grupo municipal do Partido Ecologista Os Verdes, entregou, na Assembleia Municipal, um requerimento onde questiona a Câmara Municipal de Lisboa, sobre as obras projetadas para o chalé do Jardim da Estrela.
Em Janeiro, a CML, anunciou que, iria proceder à requalificação da estrutura desenhada pelo arquiteto José Luiz Monteiro, com vista à inauguração de uma Biblioteca do Ambiente. A intervenção prevê um auditório e várias salas multiusos.
O chalé do Jardim da Estrela foi inaugurado em 1882, com o fim de acolher o primeiro jardim-de-infância em Portugal, foi concebido para aplicar e desenvolver no país o modelo de educação infantil do pedagogo alemão Friedrich Froebel, que veio estabelecer a base do atual ensino pré-escolar, no final do século XIX.
A Câmara municipal de Lisboa justifica que, “a intervenção em curso visa a reconstrução da arquitetura do antigo chalé no Jardim da Estrela, uma vez que não era possível proceder à conservação e restauro da estrutura deste edifício que se encontrava bastante degradado devido à humidade e infestação das madeiras por térmitas”, sendo que a Direcção-Geral do Património Cultural terá emitido parecer favorável à intervenção que está a decorrer.
Os Verdes, consideram que este tipo de intervenção em património arquitetónico deve ser efetuado por empresas especializadas na área de conservação e restauro do património edificado e assinalam que, existe pouca informação disponível relativamente aos relatórios técnicos elaborados com vista à avaliação prévia do estado de conservação deste chalé antes da sua demolição, assim como sobre o conteúdo do parecer emitido pela Direcção-Geral do Património Cultural.
Assim, ao abrigo da alínea g) do artº. 15º, conjugada com o nº 2 do artº. 73º do Regimento da Assembleia Municipal de Lisboa, Os Verdes requereram ao Presidente da Câmara, informações sobre se existiu uma previa consulta à população, se a mesma foi envolvida no processo de análise e se a Junta de Freguesia da Estrela foi consultada no processo de reconversão do edifício deste antigo chalé.
O Partido Ecologista Os Verdes pretendente ainda que seja divulgado se foi elaborado um relatório técnico referente à avaliação do estado de conservação deste equipamento prévio à decisão de demolição e à adjudicação da obra e se a empresa contratada é especializada na área de conservação e restauro do património edificado.
Os Ecologistas, reclamam ainda acesso ao parecer emitido pela Direcção-Geral do Património Cultural e aos relatório(s) técnico(s) sobre a avaliação prévia do estado de conservação deste equipamento.
Paulo António Monteiro

Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



Continue lendo