Faixa Atual

Título

Artista

Atual

NTR CLASSIC HOUR

07:00 07:59

Atual

NTR Classic Hour

07:00 07:59

Atual

NTR CLASSIC HOUR

07:00 07:59

Atual

NTR Classic Hour

07:00 07:59

Background

NOISERV APRESENTA AO VIVO “UMA PALAVRA COMEÇADA POR N”

Escrito por em Novembro 11, 2020

12 NOV – PORTO, TEATRO SÁ DA BANDEIRA 20H00
13 NOV – LISBOA, TIVOLI BBVA 20H00


“Uma palavra começada por N”, novo álbum de Noiserv editado a 25 de setembro e que entrou na sua primeira semana para o pódio dos discos mais vendidos em Portugal, chega finalmente ao Porto e a Lisboa.

Já no próximo dia 12 de novembro, Noiserv sobe ao palco do Teatro Sá da Bandeira no Porto pelas 20H00 para o concerto de apresentação de “Uma palavra começada por N“. Logo depois, no dia 13 de novembro é a vez de Lisboa no Tivoli BBVA, também com o concerto a começar às 20H00.

Uma palavra começada por N” é composto por 11 faixas das quais os singles “Neutro” e “Eram 27 metros de salto” e tem vindo a ser apresentado ao vivo numa digressão nacional desde setembro, com o lançamento do disco.

Noiserv acaba ainda o mês de novembro a atuar no Teatro Municipal de Vila Real no dia 21.

Sobre “Uma palavra começada por N”:

“Eram 27 metros de salto mas parou, meio picotado neste andar, neutro, sem tempo, por arrasto, sempre rente ao chão.”

É desta forma que nos chega o novo disco de Noiserv intitulado “Uma palavra começada por N”.

Ao longo dos últimos meses, foram desvendadas, sempre na última sexta-feira de cada mês, uma a uma, todas as canções deste álbum.

Essa viagem culminou a 25 de setembro, dia do lançamento do disco e da apresentação da última das canções com “Sempre rente ao chão”.

Uma palavra começada por N” é um álbum cantado totalmente em português, em quase todos os momentos mais intimista e marcado pela habitual melancolia harmoniosa de Noiserv.

Sem perder os requintes de perfeccionismo de David Santos, o disco parece menos orquestrado e mais incisivo no poder da palavra. O ato de emergir, a que assistimos ao longo de 11 faixas, passa, muitas vezes, por nos desencarcerarmos de nós próprios e do que nos prende. E este disco será, no final de contas, um exercício de encontro e remissão.

O disco já está disponível em todas as plataformas digitais e também no seu formato físico nos locais habituais. A imagem de ambas as edições surge de um trabalho continuado com o ilustrador Nuno Sarmento.

Marcado como

Continue lendo